Aluguel de Carros em Portugal

Pesquise, compare e alugue com os melhores preços

Cidades para Alugar um Carro em Portugal


    Avaliação dos Clientes

    Sobre Portugal

    Sobre Portugal

    Portugal é terra de muitas belezas e desejo de férias de muitos brasileiros. Com 88 km² de área e 943 km de costa somente na parte continental, Portugal te aguarda com muitas surpresas.

    Além da importância histórica imensurável, Portugal tem como características principais de sua cultura os azulejos — que estão por toda a parte e decoram prédios, casas e estabelecimentos comerciais — e o fado, gênero musical cantado e acompanhado da guitarra portuguesa, cujo estilo varia de região para região do país.

    Na gastronomia é fácil encontrar os Pastéis de Nata, também conhecidos no Brasil como Pastéis de Belém. O bacalhau e outros quitutes feitos do peixe também são encontrados em abundância em restaurantes portugueses. Não deixe de provar!

    A maioria dos roteiros que passam por Portugal incluem Lisboa e Porto, as duas maiores cidades do país. Em ambas é possível encontrar as características ruelas portuguesas, muita história e ladeiras para caminhadas que te levam para cantos curiosos das cidades.

    Lisboa

    Em Lisboa, nossa dica é iniciar o roteiro na parte baixa da cidade, onde ficam pontos turísticos famosos como a Rua Augusta e o lindo arco que dá as boas-vindas à Praça do Comércio. Ali perto, o Castelo de São Jorge é parada obrigatória para os turistas que amam história. As ladeiras que te levam até o Castelo podem parecer desafiadoras, mas a vista da cidade e do Rio Tejo com certeza compensam.

    Para o segundo dia, o carro alugado vai facilitar as visitas e economizar tempo. O passeio pode ter início no Cais do Sodré e no Mercado da Ribeira, que conta com diversas opções de alimentação para um lanche rápido ou almoço completo. Seguindo por 6 km pela Av. 24 de Julho você passará pelo Mosteiro dos Jerónimos e pelo Padrão dos Descobrimentos, dois dos pontos mais incríveis da cidade. Mais a frente já é possível avistar a Torre de Belém, que também rende registros inesquecíveis.

    Para quem decide ir a Porto de carro, são 312 km de viagem. Também é possível visitar outras cidades portuguesas no caminho, como Fátima, muito popular entre católicos, e Coimbra.

    Porto

    Chegando no Porto, um único dia pode te levar a diversos pontos turísticos. Os de maior interesse com certeza são a Sé do Porto, a Igreja de São Francisco em estilo barroco, a Livraria Lello, considerada uma das mais lindas livrarias do mundo, e a Igreja do Carmo.

    Para quem planeja cruzar a Ponte Luiz I (ou Ponte de D. Luís), é possível passar um dia inteiro apreciando as diversas vinícolas da região. As mais famosas são a Ferreira, Croft e Offley, mas existem muitas outras opções.

    A visita a Porto não estará completa enquanto os Jardins do Palácio de Cristal não forem conhecidos. Esse é um passeio que também pode durar o dia inteiro, já que também é ali que ficam o Pavilhão Rosa Mota (que substituiu o famoso Palácio de Cristal demolido em 1951), outros jardins menores e ainda mais atrações.

    Clima em Portugal

    O país mais a ocidente da Europa tem clima variado. Em Lisboa, por exemplo, as temperaturas dos meses de Julho e Agosto são as mais altas, chegando aos 28°C nos dias mais quentes. Já em Porto, mais ao norte, o clima é mais ameno e dificilmente a temperatura ultrapassa os 25°.

    Se você planeja visitar o arquipélago da Madeira, saiba que a temperatura por lá é ainda mais amena. Em agosto, o mês mais quente, a temperatura dificilmente ultrapassa os 20°. Já a região de Açores é um pouco mais quente durante o verão, chegando aos 25°.

    Como é dirigir em Portugal

    Assim como no Brasil, em Portugal dirige-se pelo lado direito. Por lá, os sinais e placas seguem padrão internacional, então não se assuste com um “STOP” ao invés de “PARE”.

    Além disso, como em outros países europeus, a preferência no cruzamento é sempre do pedestre. Fique atento às faixas de pedestre, principalmente quando não há sinal de trânsito, e pare sempre que turistas e locais demonstrarem a intenção de atravessar a rua.

    Para estacionar, fique atento às placas. Normalmente há estacionamento público na rua próximo aos pontos turísticos, mas mesmo o público é pago. O pagamento é por parquímetros que ficam próximos às vagas e pode ser feito com moedas ou, em algumas cidades, por smartphones.